Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

CNEN realiza solenidade dos 61 anos alusiva aos 30 anos do acidente com césio-137

 

A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) realizou na tarde desta terça-feira (10/10) solenidade alusiva aos seus 61 anos. Além dos servidores e demais colaboradores da instituição, estiveram presentes lideranças da área nuclear, integrantes do meio acadêmico e científico, membros das Forças Armadas, entre diversos outros convidados. O eventou ocorreu no auditório Carneiro Felippe, na sede da CNEN, no Rio de Janeiro. Este ano, em especial, a solenidade foi realizada em homenagem às vítimas do acidente com césio-137, ocorrido há 30 anos, e aos profissionais que colaboraram na mitigação das consequências deste acontecimento.

A CNEN foi criada em 10 de outubro de 1956. Atualmente, é uma autarquia federal vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Entre seus objetivos centrais estão o licenciamento e controle das instalações do setor nuclear brasileiro; a pesquisa, desenvolvimento e ensino na área nuclear.

Na solenidade foram entregues a Medalha Carneiro Felippe e o Prêmio Octacílio Cunha, homenagens que a CNEN concede todos os anos, respectivamente, a pessoas e entidades que se destacaram em suas atuações para o desenvolvimento das aplicações pacíficas da energia nuclear no Brasil. Neste ano, em especial, as instituições e pessoas homenageadas foram escolhidas em razão da valiosa colaboração para mitigação das consequências do acidente e pela ajuda às vítimas. 

Os homenageados foram escolhidos em reunião da Comissão Deliberativa da CNEN. Foram selecionados para receber o Prêmio Octacílio Cunha:  Centro de Assistência aos Radioacidentados (C.A.R.A.) da cidade de Goiânia, Marinha do Brasil, Exército Brasileiro, Força Aérea Brasileira e Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO).

Para receber a Medalha Carneiro Felippe foram selecionados: Rachel Azeredo (jornalista), Alexandre Rodrigues de Oliveira (médico), Alfredo Tranjan Filho (engenheiro), Edson Tavares da Silva (coronel bombeiro) e Walter Mendes Ferreira (físico). A programação da solenidade incluiu ainda um debate com os quatro homenageados que receberam a medalha. Eles tiveram a oportunidade de relatar as experiências vividas no acidente com césio-137.

Como ocorre todos os anos, servidores que completaram 30 anos de CNEN foram homenageados. Um vídeo com os nomes de todos eles foi exibido no auditório Carneiro Felippe.  Eles receberão diplomas de honra ao mérito.

Em breve discurso na solenidade, o presidente da CNEN, Paulo Roberto Pertusi, agradeceu e parabenizou todos os servidores e demais colaboradores da CNEN. Ele também agradeceu a colaboração que a instituição recebe das demais entidades e profissionais do setor nuclear e dos segmentos acadêmico e científico, entre outros. Ressaltou a importância da parceria entre todos na busca dos objetivos de desenvolvimento dos usos pacíficos da energia nuclear em benefício da sociedade brasileira. Salientou, ainda, a necessidade de lembrarmos sempre do acidente com césio-137, tanto em homenagem às vítimas como também em razão do aprendizado que precisa ser tirado deste acontecimento.

       A cerimônia foi encerrada com o pronunciamento de um dos maiores expoentes da área nuclear brasileira, o presidente da CNEN à época do acidente com césio, Rex Nazaré Alves.

 

Texto: Luís Machado

 

Discurso presidente CNEN

Discurso do presidente da CNEN                                                                            (Foto: Claudio Braz)

 

Debate com homenageados

Debate sobre o acidente com césio-137 reuniu os agraciados com a medalha Carneiro Felippe. Da esquerda para a direita: Walter Mendes, Rachel Azeredo, Ricardo Gutterres (mediador do painel), Alexandre de Oliveira e Edson Tavares da Silva.  (Foto: Claudio Braz)

 

 Representante CARA

 Entrega do Prêmio ao Centro de Assistência aos Radioacidentados (C.A.R.A), representado por Irani Ribeiro de Moura. (Foto: Douglas Troufa)

 

Representante FAB

Entrega do Prêmio à Força Aérea Brasileira, representada pelo Brigadeiro do Ar Saulo Valadares do Amaral.   (Foto: Douglas Troufa)

 

Representante Marinha

Entrega do Prêmio à Marinha do Brasil, representada pelo Vice-Almirante Sydney dos Santos Neves.    (Foto: Douglas Troufa)

 

Representante Exército

Entrega do Prêmio ao Exército Brasileiro, representado pelo Major Luiz Roberto Rodrigues dos Santos Junior. (Foto: Douglas Troufa)

 

DSC 0392

Ex-presidente da CNEN, Rex Nazaré Alves          (Foto: Douglas Troufa)

registrado em:
Fim do conteúdo da página