Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Cerca de 200 profissionais de diferentes regiões brasileiras assistiram à palestra online da CGMI/CNEN sobre processo de licenciamento para laboratórios de pesquisa

   Na última terça-feira, dia 28 de julho, a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) promoveu junto à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) a palestra online intitulada “A CGMI/CNEN e os laboratórios de pesquisa”. Em tempos de pandemia e distanciamento social, os recursos de informática têm sido ainda mais usados nas atividades de licenciamento e controle da Comissão. 

   O evento foi realizado através de ferramentas digitais e foi proposto a partir da demanda de pesquisadores da UFRJ que buscavam entender mais sobre o processo de licenciamento de laboratórios de pesquisa, porém surpreendeu pela grande adesão e interesse de docentes, técnicos, profissionais de segurança do trabalho e de biossegurança e pesquisadores também de outras universidades brasileiras, como a USP, UnB e PUC-RS.

  “Esse tempo tão difícil da pandemia trouxe um novo olhar para o evento digital. Quando nós conseguiríamos reunir quase 200 pessoas em uma sala para tratar desse assunto, ainda mais com tão pouco tempo de comunicação?”, comentou a servidora da Coordenação-Geral de Instalações Médicas e Industriais (CGMI/CNEN), Patrícia Gasparian, responsável por ministrar a palestra.

   Durante o evento, foram abordadas as principais normas da CNEN relacionadas a laboratórios de pesquisa e foram reforçados os itens mínimos de proteção radiológica que devem ser providenciados pelos laboratórios licenciados. Além disso, também foram dadas orientações sobre como preencher e acompanhar o andamento dos requerimentos digitais através do site da CNEN.

   Este evento é considerado de grande importância tendo em vista que, na área acadêmica, ainda há muitas dúvidas sobre o processo de licenciamento dos laboratórios de pesquisa. “É essencial que o órgão regulador tenha um canal de comunicação aberto com a comunidade porque o objetivo dele é a proteção radiológica, é garantir a segurança da população, dos trabalhadores e do meio ambiente”, afirmou Gasparian. Por esta razão, a CGMI, setor integrante da Diretoria de Radioproteção e Segurança Nuclear (DRS) da CNEN, está preparando um guia que será disponibilizado no site da instituição para auxiliar os laboratórios de pesquisa nos seus processos de licenciamento.

  De acordo com Alessandro Facure, coordenador da CGMI, o evento online deverá ter novas edições destinadas a profissionais desta mesma área de atividade e também de outros setores licenciados pela Coordenação-Geral de Instalações Médicas e Industriais. “Com a pandemia estamos tendo uma mudança de paradigmas e estamos aproveitando algumas oportunidades para transmitir informações relevantes para as áreas reguladas e também para ouvir suas demandas e dificuldades de forma a aperfeiçoar o processo de licenciamento e a segurança das atividades”, avaliou.

 

palestra online cgmi

Momento da palestra online promovida pela CGMI.

 

palestra online cgmi 2

Patrícia Gasparian (acima, ao centro) e alguns dos profissionais que assistiram à palestra. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página