Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Laboratório de Neutrongrafia do IEN/CNEN realiza ensaios não destrutivos para qualificação de materiais usados na indústria aeroespacial
Início do conteúdo da página

Laboratório de Neutrongrafia do IEN/CNEN realiza ensaios não destrutivos para qualificação de materiais usados na indústria aeroespacial

  • Publicado: Segunda, 17 de Fevereiro de 2020, 14h51
  • Última atualização em Segunda, 17 de Fevereiro de 2020, 16h03

 

foto ien neutrongrafia        foto ien neutrongrafia 2

 A tecnologista Selma Parente, responsável pelo Laboratório de Neutrongrafia do IEN, trabalha

com imageamento eletrônico, sistema que possibilita a neutrongrafia em tempo real.

 

Há vários anos o Serviço do Reator Argonauta (SEREA) do Instituto de Engenharia Nuclear (IEN), unidade da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) no Rio de Janeiro, vem contribuindo para a formação de mestres e doutores. Uma série de dissertações e teses tiveram como tema a aplicação da neutrongrafia (radiografia com nêutrons) em diversas áreas, como medicina, agricultura, segurança pública, construção civil, indústria aeroespacial e odontologia. O desenvolvimento das aplicações da neutrongrafia trouxe ao setor uma expertise que possibilita a prestação de serviços, como tem acontecido ultimamente em inspeções de dispositivos para a indústria aeroespacial.

 

A neutrografia é uma técnica nuclear de ensaio não destrutivo (END) que visa a inspeção de materiais leves (em termos de massa atômica) sobrepostos ou ocultos por materiais pesados, constituindo-se numa técnica alternativa quando a análise de materiais pela radiografia convencional (com raios X) ou pela gamagrafia não é eficiente.

 

As instalações do Reator Argonauta do IEN/CNEN, segundo o chefe do Serviço do Reator, Francisco José de Oliveira Ferreira, estão entre as poucas no mundo capacitadas a realizar esse tipo de inspeção. “O arranjo neutrongráfico do Argonauta tem características adequadas para realizar ensaios de precisão”, explica.

 

No atendimento à indústria aeroespacial, o SEREA vem inspecionando dispositivos que são responsáveis pela ejeção do canopi, que é a cobertura transparente da cabine de pilotagem de alguns tipos de aviões, em geral de pequeno porte, de turismo ou acrobáticos, bem como dos aviões militares (de caça ou treinamento) de um ou dois lugares.

 

A atual responsável pelo Laboratório de Neutrongrafia, a tecnologista Selma Parente de Jesus, ressalta que no laboratório podem ser geradas imagens utilizando diversos dispositivos de registro, como filmes radiográficos, no caso de neutrongrafia tradicional; imaging plates para neutrongrafia digital, e sistemas de imageamento eletrônico que possibilitam fazer a neutrongrafia em tempo real.


 

Texto: SEREA/SETCOS/IEN

Fotos: Ana Paula Saint´Clair – SETCOS/IEN

registrado em:
Fim do conteúdo da página